Cotidiano

Mãe processa Tite Campanella do PL por fraude em sua conta bancária

Mãe processa Tite Campanella do PL por fraude em sua conta bancária

Resumo do Processo Judicial na 3ª Vara Cível de São Caetano do Sul Processo Judicial:O processo judicial que tramitou na 3ª Vara Cível da Comarca de São Caetano do Sul envolveu uma ação de prestação de contas requerida por Aracy Torres Campanella, representada por sua curadora Marisa Campanella Bastos, contra Anacleto Campanella Junior (Tite Campanella). Detalhes do Processo: Número do Processo: 0010800-03.2007.8.26.0565 Classe: Ação de Exigir Contas Competência: Família e Sucessões Valor da Ação: R$ 10.000,00 Partes Envolvidas: Requerente: Aracy Torres Campanella Representante da Requerente: Marisa Campanella Bastos Requerido: Anacleto Campanella Junior Advogados da Requerente: Paulo de Tarso Andrade Bastos…
Ver Mais
King Post: Entenda como essa Startup conquistou o tema Reputação Online

King Post: Entenda como essa Startup conquistou o tema Reputação Online

Fundada em 2022 por Marcio Cavalcante e Henrique Ferreira, a King Post rapidamente se estabeleceu como uma referência em gestão de reputação online e imagem no Brasil. Com uma vasta experiência em tecnologia, os dois empresários criaram uma empresa que combina inovação, expertise e um compromisso inabalável com a excelência. Hoje, a King é conhecida por seu time seleto e engajado de funcionários e por suas soluções tecnológicas avançadas que transformam a forma como indivíduos e empresas gerenciam suas presenças online.Os Fundadores: Visão e ExperiênciaMarcio Cavalcante e Henrique Ferreira trouxeram para a King Post uma profunda bagagem em tecnologia e…
Ver Mais
Promotoria Investiga Fraude Bilionária na Merenda Escolar em São Paulo

Promotoria Investiga Fraude Bilionária na Merenda Escolar em São Paulo

A Promotoria de Justiça do Estado de São Paulo está conduzindo uma investigação profunda sobre um possível esquema de fraude nas licitações para fornecimento de merenda escolar, envolvendo várias empresas e abrangendo diversos municípios. O caso, que teve início em maio de 2007 durante a gestão do prefeito Gilberto Kassab (DEM), está centrado em acusações de conluio, formação de cartel, lavagem de dinheiro e corrupção de agentes públicos.As empresas terceirizadas responsáveis pelo fornecimento da merenda escolar vêm recebendo, desde então, mais de R$ 200 milhões por ano da Prefeitura de São Paulo. A investigação não se limita à capital paulista,…
Ver Mais